Exploração de feldspato em minas a céu aberto em plena Serra de Monchique

Paulo Sá

Paulo Sá deputado do PCP Algarve

Uma delegação do Partido Comunista Português, integrando o deputado do PCP eleito pelo Algarve, Paulo Sá, reuniu, no passado fim-de-semana, com a Associação “A Nossa Terra” de Monchique, tendo ainda visitado, acompanhado por elementos desta associação ambientalista, as zonas do Corte Grande e da Carapitotas (Picota), onde duas empresas pretendem explorar depósitos minerais de feldspato em minas a céu aberto.

A Serra de Monchique, pelo seu valor e sensibilidade ecológicos, é objecto de protecção especial, integrando a rede Natura 2000 (Zona de Protecção Especial de Monchique) e ainda a Reserva Ecologia Nacional. Possui uma grande riqueza, por vezes única, quer do ponto de vista geológico, quer do ponto de vista da biodiversidade. Aí proliferam diversos espécimes de animais selvagens,inclusivamente espécies ameaçadas, como, por exemplo, a águia-de-bonelli. O seu ecossistema florestal foi identificado como uma das hot-spots forests das florestas naturais europeias.A exploração de feldspato em plena Serra de Monchique, com minas a céu aberto a rasgarem profundamente as vertentes sul da Picota, não deixaria de ter profundos e negativos impactos no ecossistema, nos recursos hídricos, na qualidade do ar, na paisagem, nas actividades económicas tradicionais e no turismo.

As populações do concelho de Monchique têm manifestado a sua profunda oposição à exploração de feldspato na Serra de Monchique, tendo sido realizado, no passado mês de Março, um abaixo-assinado neste sentido, o qual recolheu cerca de 2000 assinaturas (num concelho que, de acordo com os Censos 2011, possui uma população residente de 6037 pessoas).
Acresce ainda que, de acordo com a Associação Ambiental “A Nossa Terra”, no período de discussão pública dos pedidos de atribuição de direitos de prospecção e pesquisa de depósitos minerais de feldspato na Serra de Monchique, foram remetidas à Direcção-Geral de Energia e Geologia centenas de reclamações de habitantes do concelho de Monchique e de amigos da Serra de Monchique.

A delegação do PCP manifestou a sua profunda preocupação com o facto da riqueza ambiental da Serra de Monchique poder vir a ser comprometida pela exploração de feldspato em minas a céu, circunstância que não deixaria de ter sérias repercussões negativas nas actividades económicas desenvolvidas no concelho de Monchique e concelhos limítrofes.A delegação do PCP manifestou ainda a sua solidariedade com a luta das populações em defesa da Serra de Monchique, comprometendo-se a usar o dispositivo parlamentar das perguntas ao Governo para obter informação adicional sobre o processo de atribuição de direitos de prospecção de feldspato e sobre os pareceres que, obrigatoriamente, terão que ser obtidos juntos das entidades competentes.

2011_09_15_Monchique_Feldspato

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Top